últimas...

Dias a fio...

Remetente & destinatário....

Without sense...

Laços...

Quando ele chega...

Erg chebbi

Fé de Fez...

Bleu Chefchaouen...

Diário de viagem...

Menina e moça...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Rhesus

 

É no sangue que circulas?

Hei-de roubar-te num acto egoísta de ferir até sarar.

Dôo-te, já que o tempo se revela incapaz de cumprir e deixar a salvo

É tempo demais...

Leva o mais profundo, impossível, permanente e imutável.

Bebe de outro corpo como rio que rasga a vida, para que eu, no meu, possa Ser

Vai...

Liberto-te

 

tags: , ,

publicado por teetee às 17:26

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Nuite a 15 de Dezembro de 2008 às 22:26
Por favor quero a receita ...
do "liberto-te" =)

Ana


De teetee a 16 de Dezembro de 2008 às 20:59
MInha companheira de recuperação...

Houvesse uma receita e não precisaríamos de todos os planos de recuperação!... oh... mas verdade seja dita que depois iriamos sentir saudades das nossas sessões de 6 feira à noite, das manhãs de domingo!!!

beijinhos de uma sala do Julio de Matos

teetee


Comentar post

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds