últimas...

Despedida..

Trágicos 80`s

Lugares de dentro...

Vou... colher-te um beijo

Recordar...

Postal dos correios

Uma romã em Roma...

Sonho sem rosto

Tenho um quarto dentro de...

Trondheim...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007


Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Despedida..

 

  

 

Sempre gostei de reticências..

O ponto final foi coisa que nunca me agradou, nem tão pouco o último dos três pontos..

Ponto final sabe-me a fim, a despedidas repentinas e eu gosto daqueles fins e despedidas prolongadas como a imagem da parte traseira de um carro dos anos vinte, que se afasta vagarosamente, ao relantim, à pouca velocidade que era permitida não por imposição. Um alongar de caminho, entre árvores, num percurso de terra batida. Dentro do engenho, conduzido por um motorista de cartola negra, uma moça, a acenar devagar, com a sua mão igual a uma concha acomodada dentro de uma delicada luva de renda branca.. assim

A minha melhor tradução de despedida é o silêncio, aquele que se deixa para quem o acolher.. Há sempre muito que tem para contar ou mais o que deixa por dizer..

 

 

Adeus Hipólito..

 


publicado por teetee às 18:21

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sábado, 23 de Maio de 2009

Trágicos 80`s

 

Depois de uma infância a ouvir canções lamechas "Loves changes everything"... Anos 80 soaram sempre a marmelada cor de rosa e tons pastel.

Bandas e vocalistas disputavam arduamente o troféu de lamechice. Letras causticas para a falta de esperança, o alimento mais nutritivo para quem acredita no final feliz

E os filmes?

É por essas e por outras que eu tenho dificuldade em ter os pezinhos na terra!

 


publicado por teetee às 11:09

link do post | comentar | favorito

Domingo, 17 de Maio de 2009

Lugares de dentro...

 

 

Há  lugares não traduzíveis por palavras, cada momento, sensação, emoção não tem palavras certeiras nem aproximáveis. Não existem palavras dignas, palavras espelho.

Tudo o que é "de dentro" é, por vezes, irremediavelmente "só nosso", impossível de partilhar com que não o vive, não experimenta.

A tristeza, a emoção, o desejo, a euforia, a saudade e tantos outros sentimentos e sensações são coisas do mundo de dentro ... se as palavras tivessem avesso... sim, se as palavras tivessem avesso talvez aqui conseguisse descrever o que hoje não consigo!

 

Amsterdam, saudades tuas

 

 


publicado por teetee às 11:25

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

Vou... colher-te um beijo

 

 

Vôo 1692...

 

"Se devagar se vai ao longe, devagar te quero perto mesmo que o que arde nunca se cure vou beijar-te a sol aberto" Sergio Godinho in Definição do Amor

 


publicado por teetee às 22:52

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Recordar...

 

 

 

... é voltar!

música: Mozart

publicado por teetee às 22:15

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 10 de Maio de 2008

Postal dos correios

 

Escrevo-te...

 

... para te dizer que me sinto feliz só de pensar que olhamos o mesmo céu!


publicado por teetee às 10:24

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Uma romã em Roma...

 

Fazem-me falta as palavras que te digo... Devolve-me o tanto que tenho para te dizer!

Faz-me falta o cansaço, a mochila a pesar nas costas... Devolve-me as pernas que me permitem voar!

Fazem-me falta os dias que passam como um sopro... Devolve-me essa brisa, esse vento!

Fazem-me falta as gargalhadas que fazem eco numa praça qualquer... Devolve-me o espelho que sorri, uma lágrima de rir!

Faz-me falta a tua tonalidade... Devolve-me o pincel que pinta as cores que visto!

Faz-me falta a dor de barriga do inesperado, o beijo roubado... Devolve-me os pelos que eriçam!

Faz-me falta a protecção do teu braço a cobrir-me os ombros... Devolve-me o sol clandestino que me queima a pele!

Tenho saudades... de te olhar longamente...

 

io aspetto...Baci!


publicado por teetee às 19:50

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Sonho sem rosto

                                                                                                 René Magritte

 

 

 

Acordo..

Os olhos estavam baços... cerro-os, esfrego-os com veemência como quem quer penetrar além do atingível!

O teu rosto? pergunto-me e arrisco-me a requestá-lo nos breves instantes que se seguem...

Destapo todos os episódios, desobestruo todas as portas, escavo um beijo distraído, invado museus, corro por ruas e artérias, ingresso na cólera de um filme mudo.. nada!

Sinto um náufrago no peito, por instantes fico a boiar no infinito a consumir pirulitos por conta própria!

Este acordar carnívoro nos mornos lençois faz-me abandonar o chão, abala a realidade de todas as coisas...

Que agonia é esta? Que me segue os passos, que me espreita os gestos, que me assombra o corpo, que me acorda de noite e me grita de dia?

Rendo-me?

 

 

tags: , ,

publicado por teetee às 18:51

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Tenho um quarto dentro de mim...

 

Cinco e meia da tarde, meia para as sete da hora antiga. Sento-me ao pé de mim para escrever, a caneta leva-me até ao último e unico andar do prédio, mais precisamente ao quarto vazio que mora dentro de mim!

Nesse quarto recheado de nada, noite após noite ouço um ruído que ensurdece o silêncio, um compasso proveniente de um relógio de parede que faz a soma dos dias como se de uma calculadora barata se tratasse.

Ao longo das quatro paredes brancas que me envolvem,  estende-se a sombra imensurável de uma cadeira de baloiço que ainda se move...

No canto, amachucada e no chão, encontra-se uma folha descolorida, com palavras rasgadas e garatujadas de um dia mais colorido que aos poucos foi perdendo a tonalidade... já nada se lê! sobraram apenas as reticências e os "ses".

O vento que despreza a rua, entra sem pedir licença, entranha-se nas cortinas e desvenda o quotidiano, desenhos sobre a normalidade das pessoas que oferecem os "bons dias" umas ás outras... Chego-me à janela para ver!

Tropeço agora no tapete que outrora esteve estendido, bordado a fio de suspiro e estampado de imagens de momentos  que me rasgam as defesas

Bocejo, fico enfadada, aconchego-me e preparo-me para passar mais uma noite em branco com receio de que os sonhos venham visitar-me e eu, por desleixo, esteja a dormir...

 

 

tags: , ,

publicado por teetee às 20:16

link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito

Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

Trondheim...

 

Hoje que o temperatura baixou senti saudades tuas!

Lembrei-me do ruído provocado pelas botas que pisavam os trilhos de neve,

Senti a importância da presença dos amigos,

Relembrei o sabor amargo e salgado das lágrimas que caiam uma a uma no prato da sopa,

Ouvi palavras oucas de uma lingua distante,

Percorri lugares da minha memória que o tempo jamais apagará,

Vi caras que ficaram gravadas num espaço que guarda "pessoas desconhecidas",

 

Hoje recordei-te!

 

sinto-me: com saudades
música: Michael Bublé - Home

publicado por teetee às 15:20

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds