últimas...

Numa folha qualquer, com ...

Uma mala que viaja... uma...

À minha tribo...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007


Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007

Numa folha qualquer, com lápis de cor... pinto

... o meu castelo com janelas viradas para o rio,

Apago as paredes mal caiadas e os cães que ladram ao abrir de uma porta e faço crescer um pé de feijão que me leva onde quero estar e quase me deixa sentir a que sabe a lua!

Com o roxo eu pinto um baguinho de uva, com o preto e branco as pedras da rua..

O sol é amarelo, azul é o mar, aqui onde quero ficar, rosa e laranja os sonhos que vão chegar!

Aqui, no alto da montanha, pertinho lá do céu pinto um castelinho onde um dia um rei viveu... Daqui se vê o céu, ao longe o mar.. quem me dera aqui morar!

 

 

"Com cinco ou seis rectas é fácil fazer um castelo (...).

Giro um simples compasso e num circulo eu faço o mundo. E ali logo em frente a esperar pela gente o futuro estar. E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar. Não tem tempo nem piedade, nem hora de chegar, sem pedir licença muda a nossa vida e depois convida a rir ou chorar. Nessa estrada, não nos cabe conhecer ou ver o que virá, o fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar" Toquinho

 


http://www.laboratoriodedesenhos.com.br/aquarela.htm

sinto-me: Miró
música: Aquarela

publicado por teetee às 23:38

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Domingo, 29 de Julho de 2007

Uma mala que viaja... uma nova freguesia...

 

Todas as malas viajam repletas de paisagem, gente, vozes e lembranças. Malas, tralhas e tarecos que contam histórias de ser e de querer ser.

Uma bagagem de anos não se arruma em horas, em móveis ou parteleiras, é preciso aceitar a desarrumação para voltar a construir.

O viajante, esse, funciona como um contador de histórias, a sua memória, a sua identidade é a sua bagagem. Mais do que arrumar e desarrumar, mais do que acrescentar um ponto ao seu conto ele é capaz de converter a fantasia em realidade de percorrer o caminho da imaginação à concretização!

 

"A viagem de milhares de quilometros começa debaixo dos nossos pés" Proverbio Chinês

sinto-me: Em arrumações
tags:

publicado por teetee às 22:37

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

À minha tribo...

 

 

"Quando a Mãe Terra estiver doente e os animais a desaparecer, vai chegar uma tribo com pessoas de todas as culturas que creêm em factos e não em palavras, e vão ajudar a restaurar a antiga beleza da Terra. Eles serão conhecidos como os Guerreiros do Arco-Íris".
(Sabedoria dos indígenas Hopi da América do Norte, Citada por M.D.A)

 

 

 

Há pessoas que moram na tribo do meu coração...

 

... que me fazem rir, nem que para isso não possam dormir!

... que me fazem arrebitar, nem que para tal tolenadas tenham que carregar!

... que me acompanham para não se sentirem sós!

... que montam e desmontam, nem que para isso tenham que ser budistas!

... que entregam pizzas e enroscam lâmpadas, nem que se sentem no chão!

 

Um abraço apertadinho a esta tribo!

 

 

HUm... alguém sabe montar um esquentador?????

 

 

música: Friends Will be friends - Queen

publicado por teetee às 23:02

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds