últimas...

Velhotas muito velhinhas

À minha tribo...

A todos os tripulantes...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007


Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Velhotas muito velhinhas

 

Deixa-me

Fazer-te canja de galinha, fazer-te rir e acolher-te com aquele abraço,

 

Deixa-me

Fazer-te reconhecer que um dia, quando fores velhota muito velhinha, quando o xaile já te pesar nas costas, celebrarás este tempo,

 

Deixa-me

Retribuir as macãs reinetas que um dia descascaste para mim, os dias que me afagaste o cobertor e me fizeste sentir que ali estavas,

 

Deixa-me

Usar o "tudo passa", essa expressão tão tua que um dia se fez minha, que me fez acreditar no outro e no outro dia que se avizinhava,

 

Deixa-me

imaginar-nos de mãos enrugadas, trôpegas e recontarmos pequenos retratos já distorcidos pelo tempo, episódias de percursos sinuosos e planos inclinados que outrora subimos lado a lado, puxando uma... pela... outra,

 

Deixa-me

Ter com quem queixar-me do reumático, dos Joanetes e das feridas mal curadas,

 

Deixa-me

Acreditar que nunca esperarei cartas tuas porque estarás sempre aqui!

 

Deixa-me

Usar palavras tuas e ouvir-te dizer "sou um pedaço de ti"

 

Deixas?

 

 

sinto-me: Tua amiga de muitas vidas
tags:

publicado por teetee às 20:56

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

À minha tribo...

 

 

"Quando a Mãe Terra estiver doente e os animais a desaparecer, vai chegar uma tribo com pessoas de todas as culturas que creêm em factos e não em palavras, e vão ajudar a restaurar a antiga beleza da Terra. Eles serão conhecidos como os Guerreiros do Arco-Íris".
(Sabedoria dos indígenas Hopi da América do Norte, Citada por M.D.A)

 

 

 

Há pessoas que moram na tribo do meu coração...

 

... que me fazem rir, nem que para isso não possam dormir!

... que me fazem arrebitar, nem que para tal tolenadas tenham que carregar!

... que me acompanham para não se sentirem sós!

... que montam e desmontam, nem que para isso tenham que ser budistas!

... que entregam pizzas e enroscam lâmpadas, nem que se sentem no chão!

 

Um abraço apertadinho a esta tribo!

 

 

HUm... alguém sabe montar um esquentador?????

 

 

música: Friends Will be friends - Queen

publicado por teetee às 23:02

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito

Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

A todos os tripulantes...

Após uma longa caminhada, nesta viagem de milhares de quilómetros que começou debaixo dos meus pés, foi essencial o apoio de todos aqueles que souberam ouvir, apoiar, ajudar, ou até dar um ralhete quando foi necessário e que me fizeram acreditar que um dia chegaria este momento de lhes agradecer por caminharem a meu lado na realização deste sonho que será finalmente concretizado mas cuja vitória não é só minha mas de todos aqueles que tiveram presentes!

Desta grande viagem levo uma mala cheia de memórias, algumas pestanas queimadas, lápis e teclas gastas, cadernos escrevinhados e um monte de lições para Ser Educadora… para SER!… dentro dessa mala está uma caixinha, um lugar especial, onde guardo e guardarei para sempre o carinho de todos os tripulantes desta viagem que comigo caminharam lado a lado… muito obrigado a todos!

 

________________________________________________

.

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ainda bem que há mãos

 

Que afastam as nuvens em dias encobertos...

Ainda bem que há mãos

Que transformam a sopa de feijão em mousse de chocolate...

Ainda bem que há mãos

Que afastam a multidão em dias que nos perdemos...

Ainda bem que há mãos

Que fazem das teias de aranha algodão doce que se desfaz na boca...

Ainda bem que há mãos

Que puxam as redes em dias de tempestade...

Ainda bem que há mãos

Que tocamos e nos aquecem em dias frios...

Ainda bem que há mãos

Que nos embalam quando o xico escuro nos assusta...

Ainda bem que há mãos

Que nos atam os atacadores e não nos deixam tropeçar...

Ainda bem que há mãos a que podemos um dia agradecer!

 

 

 

sinto-me: ... assim...
música: Xutos & Pontapés - Contentores

publicado por teetee às 17:34

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds