últimas...

Dias a fio...

Remetente & destinatário....

Without sense...

Laços...

Quando ele chega...

Erg chebbi

Fé de Fez...

Bleu Chefchaouen...

Diário de viagem...

Menina e moça...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Domingo, 21 de Março de 2010

Remember...

 

Para a despedida...

 

De todos, o mais rigoroso!

 

 

 

... que deixou tantas saudades, mesmo com todas as lágrimas que comi no prato da sopa!

 

 

música: Just like heaven - Katie melua

publicado por teetee às 13:46

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Domingo, 7 de Março de 2010

Carta à Primavera

Querida Primavera,

 

As noites continuam enormes e os dias, imperfeitos como um poema inacabado... tu não estás!

Não pára de chover lá fora. Tu foste e nunca mais voltaste, mentiste com ar convicto de quem chega naquele dia que teima em não acontecer, e eu aqui estou sem saber se vá, se fique, se te confronte e te aprisione (como se isso fosse possível).

Juro, um dia faço-te uma espera e digo-te uma daquelas frases dos pacotes de açucar nicola... O chá está frio, deixaste que arrefecesse, assim, sem dares sinal de vida. Juro mesmo! Visto-me a rigor, ainda que fique com pele de galinha, enfio o mais bonito dos meus vestidos, ensopo-me do melhor perfume, sadálias e confiança.

Quero-te perto, nas imediações, não me interessa se agora não dá, faz a trouxa e vem de malas aviadas, mesmo que não seja o tempo, que se lixem as datas, nada disso conta quando se suporta um Inverno assim...

Vem... Não me vires as costas, liga-me, escreve-me uma carta registada, um telegrama se preciso for. Manda recado pelo senhor da drogaria, sei que arranjarás uma forma.

Guardo de ti tão pouco, insuficiente...

Espera, bateram à porta, levando-me para abrir, desfaço-me em sorrisos... espera

 

Bolas! publicidade!... nada mais, pensei, sinceramente, pensei que fosses tu, que fosse esta a noite em que dormisse com a cabeça no teu colo, que me resgatasses do cansaço que me secasses a roupa e que o aquecedor deixasse de ser um mal necessário.

 

Julguei ser hoje o dia de armazenar as roupas de inverno, de deixar ao ar o mofo que se acumulou nas gavetas. Mas se é assim, amanhã fico indiferente, a achar a urgência que me consome um disparate sem cabimento .

 

Um beijo,

 

Teetee

 

 

tags:

publicado por teetee às 10:44

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds