últimas...

Dias a fio...

Remetente & destinatário....

Without sense...

Laços...

Quando ele chega...

Erg chebbi

Fé de Fez...

Bleu Chefchaouen...

Diário de viagem...

Menina e moça...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Sábado, 23 de Agosto de 2008

Nas mãos de Marrakech...

 

 

As suas gentes invadem-nos a alma... encantadores de serpentes, sábios e contadores de histórias conquistam-nos entre bancas de especiarias, malabaristas e mulheres berberes que exibem a sua mestria com tatuagens de henna que nos marcam as mãos e o espírito...

Um lugar encantado e de encantar... minúsculas janelas entreabertas escondem caras tapadas, mistérios por desvendar, do nada surgem mesquitas, lugares sagrados onde não podemos entrar, ouvem-se orações...

Corredores iluminados por luz ténue, um tom rosa-salmão, entre souks e estreitas e sinuosas escadarias, conduzem-nos até ao coração da cidade, Jemaâ-el-Fna, perdemo-nos e achamo-nos constantemente... nesta "assembleia dos mortos", ali, há séculos, criminosos eram executados e as suas cabeças expostas..

Hoje aquele é o palco da cidade e dos saltimbancos, ao entardecer as lantarnas acendem-se, o som dos tambores, flautas e alaúdes faz-se soar... e, então, a verdadeira magia começa!

As pessoas, os cheiros, os sons, as cores envolvem-nos sem cerimónias, somos seduzidos por um cenário que transpira sensações com sabor a fantasia. A praça torna-se um espactáculo ao ar livre, um livro das mil e uma noites, o ar fica impregnado com o fumo, uma bruma misteriosamente desigual que espalha o aroma a especiarias...

 

Estamos nas mãos, à mercê de Marrakech, o ponto de encontro de exploradores de sensações insólitas e deslumbrantes... "Vai-te depressa" ordena-nos a sua história...

Como é bom estar, ser, achar e perder o rumo vezes sem conta, aqui onde reina o prazer da desorientação, deixarmo-nos engolir ,sem resistência, por esta enchente de sensações...

... É impossível não sonhar voltar, em resgatar, neste lugar que "primeiro estranha-se, depois entranha-se!", que não se explica, vive-se!

 

música: Som dos Alaúdes da Praça Jemaâ-el-Fna
tags:

publicado por teetee às 16:53

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008

Existo!

 

Hoje estou cega mas também não quero ver

Encontro-me entre o agora e o até já... onde os encontros acontecem e parecem perder-se de vista

Respiro, suspiro, faço-me sorrir enquanto olho as minhas mãos como estranhas, toco as pestanas, uma na outra... existo!

Uma voz embargada ganha alento quando o mais desatento olhar acorda e se dilui em bolas de sabão... mágico o momento!

Gosto deste universo sublime do nunca acabar de sensações, das que temos e procuramos, do sabor que pode ter um abraço, das coisas insignificantes que nos fazem existir, dos retalhos significantes que não nos deixam desistir.

Era uma vez, convenço-me!... mas o dia dá lugar a outro dia...

Fecho os olhos para me ver, sinto apenas o vento a tocar-me as pontas rebeldes do cabelo, faço parte desta história, dou rumo a cada página num emprestar de desejos, num arriscar de pele... sou eu!

 

sinto-me: Existir

publicado por teetee às 22:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds