últimas...

Dias a fio...

Remetente & destinatário....

Without sense...

Laços...

Quando ele chega...

Erg chebbi

Fé de Fez...

Bleu Chefchaouen...

Diário de viagem...

Menina e moça...

um dia..

Abril 2012

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

sopro...

 

E quando o chão parece fugir?

E quando as pontas do dia parecem não se unir? e formam uma linha recta sem cruzamentos ou entroncamentos...

E quando o corpo nos abandona numa suspensão temporária? e mexemos o café sem cessar, até fazer ferida...

E quando um naco de sol é um todo luminoso?

Diagnóstico precisa-se... um mapa talvez possa também ajudar, não não não... uma bússola! talvez seja esse o material indicado para dissecar, decompôr, separar, organizar, orientar...

 

... é um voar a bordo do vento, um sopro no coração...

 

música: Rita Redshoes - Dream On Girl

publicado por teetee às 21:19

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Nuite a 22 de Julho de 2008 às 21:52
hummm
sopro no coração ?!?!?!
será que o meu coração tem um sopro ?
Chão ...
deixou de ter já algum tempo
( é um constante andar nas nuvens ...)

Dream on Girl ...
com ou sem os sapatos vermelhos ...
- que so me fazem lembrar o feiticeiro de OZ …
“ seguir a estrada de tijolos amarelos …”
Seguir os sonhos não é !?!?!
Mas é por causa dos tijolos amarelos, e dos sapatos vermelhos
Que tenho um sopro no centro do coração
Aquele centro mesmo no centro mais centrado não existe ….
Pois bem , é nesse centro mesmo no centro mais centrado que esta o meu sopro
Como se deixa de ser sopro e passa-se a tempestade ?



De T.Poeta a 28 de Julho de 2008 às 22:22
Às vezes, como cada coisa se quer, um sopro surge do quase sufoco em que a vida se espalha e nos remete, diariamente.

e lá vens tu, nesses pequenos passos de uma grande caminhada, que esperas. Que cumprimentas quem passa ou que afastas quem te atrasa.

Segues. Prossegues.

Vens de encontro à palavra como única voz que tens e te conheço. Mais de resto, não sei não ouvi nem conheço. Porque não vi.

Mas sabe bem ler-te nos inícios da noite em que a paz e o sossego são a sensação rebuscada. Obrigado

por cada linha que acrescentas ao meu livro aberto.

Kuss *


Comentar post

Escuta ...


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Truz Truz...

Free Hit Counters
Free Counter

me?

pesquisar

 

Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links

tags

todas as tags

subscrever feeds